Semana Mundial do Brincar
Brincar de corpo e alma.
DE 20 A 28 DE MAIO de 2018

SMB 2018 presente em Espaços Públicos de todo o Brasil; confira

15 de junho de 2018

Além de ocupar Corpo e Alma, a Semana Mundial do Brincar 2018 ocupou também os espaços públicos. Diversos cidades receberam ações em parques, praças, ruas, praias, quadras e demais locais onde foi possível reunir crianças, adultos e muito brincar livre. Confira como foram algumas destas atividades.

 

Cidade: Amargosa – BA 

Organização: Casa de Brincar Alecrim

Para a Semana Mundial do Brincar 2018, a cidade foi contemplada com diversos dias de atividades, locais e públicos variados (de Escola Pública a Lar de melhor idade). Além disso, no dia 26 de maio, das 10h às 12h, houve ação na Feira Livre de Amargosa, movimentando cerca de 30 crianças que carregam as compras na feira ou ajudam aos pais que trabalham nas barracas. Ação com apoio da Prefeitura.

“Uma verdadeira emoção. Ver as crianças abandonando os carrinhos de mão para brincar! Ver o sorriso no rosto de cada criança foi uma felicidade sem igual, a sensação de que fazemos o que é certo, oportunizando as crianças da classe popular seu direito de brincar! Mais uma vez a Semana Mundial do Brincar nos faz acreditar na essência do Brincar! Um brincar por inteiro, na plenitude do ser humano”, relata Rafaela Sousa Guimarães.

 

Cidade: Ituiutaba – MG 

Organização: Massaroca Casa do Brincar / Pastoral da Criança

Mais de uma ação movimentou a cidade durante a SMB 2018: Oficinas de Brincar, Rodas de Conversa e até gravação da ação da Massaroca Casa do Brincar para a TV Vitoriosa. Destaque para as atividades e brincadeiras livres Oficinas de Brincar – Pátio e Rua, feitas em dias e bairros variados.

“Vem crescendo a cada ano que passa a preocupação de muita gente com o Cuidado da Infância. Em 2018, ampliamos parcerias e participações e pudemos manter atividades lúdicas por cinco dias; conseguimos que a secretaria Municipal de Educação colocasse no calendário escolar, (embora tenham comemorados na semana anterior). Todas as atividades realizadas entenderam o processo, a proposta e participaram com grande interesse. A resposta das crianças é sempre de encantamento. Organizamos brincadeiras livres de rua, como perna de pau, perna de lata, boliche de meia e lata, rodas, barra manteiga, o lobo e as galinhas, historias e ilustrações no rosto do outro, brinquedos de cavalinho, fantoches e marionetes. Foi como sempre maravilhoso!”, diz Marlene Freitas

 

Cidade: Recife – PE 

Organização: Aliança Pela Infância + Parceiros: Grupo Brincare, Escola Waldorf Aquarela, Espaço Agroecológico da Várzea

O núcleo da Aliança pela Infância de Recife preparou um Momento de Sensibilização para a Semana Mundial do Brincar, com Brincadeiras entre as famílias que frequentam o Espaço, durante a Feira Agroecológica do Bairro, que aconteceu no dia 12 de maio, na Praça da Várzea.

“Organizamos um espaço com brincadeiras populares, como: bola de gude, bambolê, pula cordas, pião e peteca. Mesmo sendo uma ação mais curta (duração de aproximadamente uma hora e meia), aos poucos as pessoas se aproximaram e começaram a brincar. Tivemos a participação de adultos e crianças”, conta Lívia Santos Correia de Melo.

 

Cidade: Ribeirão Preto – SP 

Organização: Aliança pela Infância + Câmara Municipal/Gabinete Vereador Luciano Mega + Estudantes de Medicina da Faculdade Unaerp + Voluntários

No dia 19 de maio, entre 9h e 11h, o Parque Tom Jobim recebeu brincadeiras, cantigas de roda, músicas, jogos, pipas. A ação teve como objetivo interagir e integrar adultos, crianças de diferentes realidades sociais e jovens com necessidades especiais (cadeirantes) moradores do Cantinho do Céu.

“O parque foi reformado recentemente e recebeu brinquedos adaptados para pessoas com deficiência. Tivemos a ideia de levar estas pessoas para interagir conosco. Foi muito bacana, pois eles brincaram no balanço adaptado e num determinado momento fizemos uma roda com as crianças, adultos e também com os cadeirantes para cantar músicas de roda. Também tivemos momentos com crianças soltando pipas, brincando de pular corda, futebol, corrida de saco, caça ao tesouro, pintura e música”, relata Evelin Michele Mussolini Antonio.

Acompanhe nas redes
-Aliança pela Infância - 55 11 3578-5001 - alianca@aliancapelainfancia.org.br