Semana Mundial do Brincar 2020 viveu edição especial em tempos de distanciamento social

17 de junho de 2020

O calendário marca 17 de junho, o que significa que maio ficou para trás, assim como a realização de mais uma Semana Mundial do Brincar (SMB) para entrar para a história. A edição deste ano – que aconteceu entre 23 e 31 de maio – contou com formato inédito e ainda mais desafiador : em razão de medidas como o distanciamento social para conter a rápida disseminação do novo coronavírus (Covid-19), as ações presenciais que davam o rosto à programação da SMB precisaram se adaptar e acontecer, em boa parte, em ambiente digital. Muitas ações começaram no virtual e se transformaram em atividades presenciais – só dentro de ambientes domésticos.

Letícia Zero, coordenadora da secretaria executiva da Aliança pela Infância, conta que o conselho da organização optou por não cancelar a SMB, entendendo que não se trata de uma série de eventos, mas sim de uma campanha de sensibilização sobre a importância do brincar e a questão do direito da criança a ter infância. Dessa forma, não faria sentido suspendê-la. 

Com a decisão tomada, a Aliança elegeu “Brincar entre o céu e a terra” como tema da SMB 2020. O objetivo da temática foi discutir como a imaginação acontece durante o brincar e como é importante que se crie espaço para isso na infância. Ao mesmo tempo, a ideia era abordar como a imaginação e o devaneio alimentam o ser e o estar no mundo da criança. 

Qual não foi a surpresa de perceber que, com a chamada das inscrições publicada, o formulário da Aliança começou a encher de novas atividades. A apreensão inicial com o novo formato deu lugar a surpresa diante da disponibilidade do público em migrar para o ambiente online e dar continuidade à discussão sobre a importância do brincar enquanto ação fundamental para o desenvolvimento humano. 

“Estávamos muito preocupados sobre como as pessoas iam acolher a ideia e como a Semana Mundial do Brincar iria se materializar este ano. Mas, por ter acontecido com quase dois meses de pandemia, acredito que as pessoas já tinham se acostumado com uma presença online, então as propostas de realizar essa semana na internet foram muito naturais. Abrimos as inscrições e depois de três dias, já tinha uma boa quantidade”, explica Letícia. 

Segundo a coordenadora, não só a apreensão foi aliviada, assim como a equipe ficou contente em perceber que, apesar das inúmeras lives que vêm acontecendo diariamente desde quando as medidas de distanciamento social entraram em vigor, as pessoas continuam dispostas e demandando possibilidades para debater o brincar e buscando novas oportunidades para aprofundar a conversa. 

As novas possibilidades do mundo online 

Para Letícia, a realização de uma Semana Mundial do Brincar de forma quase que total online abriu os olhos para novas oportunidades e formatos de discussão. Se antes eventos presenciais contavam com a participação de pessoas da cidade ou de áreas próximas ao evento, as ações digitais dinamizaram e ampliaram o público da SMB. “Eventos online permitem que uma pessoa que está do outro lado do país, ou quiçá do mundo, assista a esse conteúdo e participe da conversa. Isso amplia imensamente as possibilidades de difundir a ideia da SMB e aprofundar a conversa, além de realizar conversas que sejam cada vez mais significativas para mais pessoas”, afirma. 

Além disso, a opção de que transmissões ao vivo fiquem salvas abre novas janelas de compartilhamento de aprendizados e conhecimento, o que faz com que as discussões sobre o brincar não terminem com o fim da SMB. “Nas próximas SMBs e em outras ações ao longo do ano, a partir desse aprendizado e observação da SMB 2020, podemos usar o online como uma força na mobilização pelo direito ao brincar”, pontua Letícia, reforçando que o investimento em ferramentas online amplia o diálogo, assim como a possibilidade de expandir o conteúdo para outros formatos, como rádio e televisão. 

Dicas para inspirar 

Ao todo, foram cerca de 600 entradas de ações de todos os cantos do país. Ao mesmo tempo em que pais, mães, tios, tias, avós, irmãos mais velhos e primos e diversas outras pessoas inventavam novas atividades e se inscreviam na SMB, a equipe da Aliança montou uma verdadeira força-tarefa para mapear dicas interessantes para aqueles que precisavam de inspirações. 

Além do lançamento de um Guia de brincadeiras e ações de valorização do brincar do Brasil e da América Latina, com sugestões do Brasil, Argentina, Bolívia, Chile, El Salvador, Guatemala, México, Nicarágua e Peru, a Aliança divulgou ao menos três notas diárias com dicas de atividades envolvendo contação de histórias em lives, narrações de histórias da família, visita online a museus, experimentos científicos e na cozinha, truques de mágica, coreografias e muitas outras. 

Sucesso de público 

A força-tarefa para inspirar o público a pensar em atividades e participar da SMB 2020 também se fez presente na página do Facebook da Aliança pela Infância. No total, foram 42 postagens sobre a #SemanaMundialdoBrincar2020, hashtag que foi acompanhada de #BrinqueEmCasa, em uma alusão à determinação #FiqueEmCasa, muito usada para conscientizar a população sobre a importância do distanciamento social e quarentena. 

Juntas, essas 42 postagens tiveram cerca de 1.700 curtidas e reações. O bom engajamento também se fez notar em outros âmbitos da página. Entre 19 de maio e 16 de junho, houve um aumento de 2.912 seguidores na página, totalizando 31.524 pessoas acompanhando os posts da Aliança pela Infância no Facebook. O número de curtidas também aumentou no período: foram 1.391 novos likes, totalizando 29.755. 

O alcance das publicações também teve números expressivos. O pico aconteceu no dia 25 de maio, com pouco mais de 33 mil pessoas alcançadas. 

O brincar vira lei 

Foi durante a Semana Mundial do Brincar 2020, especificamente no dia 28 de maio, data em que é comemorado o Dia do Brincar, que a prefeitura de Viçosa (MG) incluiu a SMB no calendário oficial de ações do município. O prefeito Ângelo Chequer, a secretária de educação, Ana Monteiro, e as professoras Sarah Rocha, representante do núcleo da Aliança pela Infância em Viçosa, e Vanilda Bastos, se reuniram para celebrar a determinação e o envolvimento da população do município desde 2014 na SMB. 

Com a determinação, Viçosa junta-se a diversas cidades brasileiras que já contam com a semana do brincar institucionalizada no calendário oficial de ações do município, como Curitiba (PR), Novo Hamburgo (RS), São Leopoldo (RS) e Campo Bom (RS),  Olinda (PE), Campo Grande (MS), o estado do Mato Grosso, e mais de dez municípios em São Paulo. 

A SMB na imprensa 

A Semana Mundial do Brincar 2020 também foi destaque na imprensa e nas mídias sociais. A mobilização ganhou menção no blog Quarentena em Família, da Folha de S.Paulo, que ressaltou a importância do resgate à brincadeira para encarar os tempos difíceis de isolamento social. O site do jornal O Estado de S.Paulo incentivou a inscrição de atividades e divulgou ideias de brincadeiras preparadas pela Aliança pela Infância. 

A Semana também foi divulgada por agências de notícias, como Agência Estado e Agência O Globo, e no portal Terra.

Inspirados pela SMB, influenciadores e blogueiros promoveram debates e atividades online para sensibilizar para o tema. A revista Pais & Filhos realizou uma live em seus canais no Instagram, Facebook e YouTube com Pat Camargo e Patricia Marinho, do Tempo Junto, para falar sobre a importância do brincar para o desenvolvimento pleno das crianças. 

A SMB ganhou espaço na TV Brasil, que exibiu uma entrevista com Letícia Zero, explicando sobre a necessidade de o direito da criança ao brincar ser respeitado mesmo em tempos de pandemia.

 

*Imagem: Nova Escola 

Acompanhe nas redes
-Aliança pela Infância - 55 11 3578-5001 - alianca@aliancapelainfancia.org.br