Inspirações e experiências

Notícias

Site viabiliza troca de brinquedos entre crianças

15 de Abril de 2016

Tudo começou em 2012, quando Carolina Guedes foi a uma feira de trocas com a filha, Maria Beatriz, e se encantou com a iniciativa. Ali nascia a ideia de levar a proposta para a internet e, assim, surgia a plataforma Quintal de Trocas (www.quintaldetrocas.com.br). Ao longo de 2013 o site começou a ganhar vida e foi lançado em fevereiro de 2014.

Carolina explica que seu intuito era construir um mundo melhor para a filha, mas que não havia se dado conta que seu sonho era o sonho de tantas outras mães, pais e famílias.

O lançamento foi um sucesso e o que ela imaginava que seria o equivalente a uma hora de trabalho por dia, se transformou em expediente integral. Um sucesso! “É tão incrível trabalhar em algo que você acredita e de repente percebe que não está sozinha, que tem um monte de gente de mãos dadas contigo”, explica.

Em 2015, por meio de uma campanha via financiamento coletivo, a plataforma conseguiu captar recursos para passar por uma reestruturação que vai permitir atingir mais pessoas e funcionar ainda melhor.

Entenda como funciona

A plataforma nada mais é do que um site que permite a troca de brinquedos, jogos, livros e fantasias entre crianças, através de um mecanismo fácil e seguro criado especialmente para esse fim. O serviço está disponível para todo o Brasil.

O primeiro passo é escolher o objeto da troca. A criança deve decidir, dentre os seus brinquedos, aquele que deseja oferecer. Assim, ela exercita a capacidade de escolha, o desapego, e participa do processo desde o início.
A próxima etapa é fotografar o brinquedo e cadastrar no site. É muito importante que a foto tenha uma expressão fiel do brinquedo, no estado em que se encontra. O Quintal de Trocas possibilita a inclusão de até três fotos por produto.

Depois a criança deve escolher qual brinquedo quer receber no lugar daquele que está colocando para a troca. Com a ajuda dos pais, ela pode navegar entre as diferentes categorias e filtros e escolher o produto que mais interessa. Depois disso, o atual dono vai receber uma mensagem, informando que tem alguém querendo efetuar uma troca.

Caso a oferta seja aceita é preciso providenciar o envio. A criança deve escrever uma carta ao destinatário ou fazer um desenho, caso ela não seja alfabetizada. Se os usuários morarem na mesma cidade, a troca pode ser marcada em um ponto específico para as crianças se conhecerem. Do contrário, é só enviar pelos Correios.

Conheça a iniciativa: www.quintaldetrocas.com.br

Acompanhe nas redes
-Aliança pela Infância - 55 11 3578-5001 - alianca@aliancapelainfancia.org.br